Desvio: mais uma pessoa foi ouvida pelo Gaeco durante investigação em Lindoeste

Ele diz ter se afastado da administração municipal de Lindoeste há pouco tempo e confirma envolvimento do prefeito.

Imagem ilustrativa
Divulgação (Foto: Imagem ilustrativa)

Dando seguimento a investigação sobre um possível esquema de desvio de dinheiro público em Lindoeste, a 7ª Promotoria de Justiça ouviu hoje mais uma pessoa envolvida.

O depoimento, dessa vez, foi de Roni Martins, ex pregoeiro do município de Lindoeste e responsável pelo setor licitações. Ele chegou acompanhado do advogado. Na denúncia enviada ao Ministério Público, Roni aparece como sendo parente deste casal que recebeu irregularmente um depósito de quase 10 mil reais. Dinheiro que deveria ter sido usado para pagamento de serviços médicos, mas foi parar numa conta pessoal. Ele diz não ter envolvimento com transações financeiras citadas, mas confirma que existiram irregularidades.

Ele diz ter se afastado da administração municipal de Lindoeste há pouco tempo e confirma envolvimento do prefeito.

Esse é o quinto depoimento colhido pelo Ministério Público para tentar montar o quebra-cabeça de um possível caso de fraude e desvio de dinheiro público em Lindoeste. O valor possivelmente desviado por meio de depósitos irregulares é de cerca de 129 mil reais. A promotoria já ouviu pessoas que seriam usadas como laranjas no esquema, além de pessoas ligadas à administração municipal.

Na semana passada, o principal citado na denúncia foi ouvido. É o ex secretário de finanças de Lindoeste, Jadiel Almeida Ferreira, que confirmou que fazia depósitos por orientação de alguém.

A vice prefeita de Lindoeste e ex secretária de saúde também já prestou depoimento e confirmou que deixou o cargo na secretaria por perceber irregularidades.

Fonte Tarobá News

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Rádio SAN FM, não reflete a opinião deste Portal.