Deputado estadual, Rubens Recalcatti, morre aos 72 anos

Em agosto de 2019 o deputado esteve na Rádio SAN quando concedeu entrevista ao repórter Edinei Lovatto, falando sobre audiências públicas, para discutir a reabertura da Estrada do Colono

Rádio SAN FM
Divulgação (Foto: Rádio SAN FM)

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Paraná decretou luto oficial em razão do falecimento do deputado estadual Delegado Recalcatti (PSD) ocorrido na noite desta sexta-feira (09), vítima de parada cardíaca.

O parlamentar de 72 anos estava em seu segundo mandato no Legislativo estadual.

“Uma perda muito grande para a nossa Assembleia Legislativa e o Paraná. Um deputado exemplar, defensor dos profissionais de segurança e que vai fazer muita falta no nosso convívio no Legislativo. A todos os familiares os meus mais profundos sentimentos, disse o presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB).

No Twitter, o primeiro secretário da Assembleia Legislativa, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), lamentou a perda do colega.

“Lamento muito o falecimento deputado Recalcatti, com quem partilhei um convívio fraterno ao longo de muitos anos. Para a Assembleia é uma perda irreparável. A família e legião de amigos as minhas condolências”.

Na noite desta quinta-feira (08) o deputado realizou uma audiência púbica para celebrar o Dia Estadual dos Consegs, comemorado em 2 de abril por lei de sua autoria, quando enalteceu o trabalho desenvolvido pelos Conselhos De Segurança no Paraná.

A Assembleia decreta luto oficial de três dias em razão do falecimento do deputado Delegado Recalcatti.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior decretou luto oficial de três dias e lamentou profundamente o falecimento do deputado estadual Delegado Rubens Recalcatti, que nesta sexta-feira (9) foi vítima de um infarto fulminante. Ele tinha 72 anos e deixa dois filhos.

“É uma perda imensa para o Paraná. O deputado sempre defendeu a sociedade e os profissionais da segurança pública com muita dedicação. A todos os seus familiares e amigos, meus profundos sentimentos”, afirmou Ratinho Junior.

Ele começou a carreira como deputado em 2017, quando assumiu o cargo como suplente do atual prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro. Foi reeleito em 2018 com mais de 35 mil votos e atualmente presidia a Comissão de Cultura na Assembleia Legislativa do Paraná, tendo trabalhado recentemente em defesa da classe artística durante a pandemia.

Recalcatti ingressou na Polícia Civil do Paraná em 1979, atuando como agente investigador. Em 1994, tornou-se delegado, função que exerceu durante 23 anos em diversos municípios do Paraná, como Araucária e União da Vitória, e delegacias da Capital, como Furtos e Roubos e Homicídios. Tinha formação em Direito e Estudos Sociais.

O deputado era natural de Videira (SC) e se mudou com a família para Francisco Beltrão, no Sudoeste, ainda criança, tornando-se paranaense de coração.

Em agosto de 2019 o deputado esteve na Rádio SAN quando concedeu entrevista ao reporter Edinei Lovatto, falando sobre audiências públicas, para discutir a reabertura da Estrada do Colono

Na foto em agosto de 2019 o deputado esteve na Rádio SAN quando concedeu entrevista ao reporter Edinei Lovatto, falando sobre  audiências públicas,  para discutir a reabertura da Estrada do Colono

 

Fonte Rádio SAN/ Assembleia Legislativa e AEN

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internetatravésdo Rádio SAN FM, não reflete aopiniãodeste Portal.