Gaeco cumpre mandados em Capitão e outras cidades da região por crimes em licitação feitas pela prefeitura de Santa Terezinha de Itaipu

A investigação teve início há aproximadamente um ano, com a informação de que o Secretário Municipal de Santa Terezinha de Itaipu estaria privilegiando empresa pertencente a familiares, em licitações promovidas pela pasta

Assessoria
Divulgação (Foto: Assessoria)

Na manhã desta quarta-feira (28), agentes do Núcleo Regional do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) de Foz do Iguaçu, com apoio de outros núcleos do Gaeco, cumpriram nove mandados de busca e apreensão nos municípios de Santa Terezinha de Itaipu, Missal e Capitão Leônidas Marques (empresa), em locais ligados ao Secretário de Agricultura e Meio Ambiente do Município de Santa Terezinha de Itaipu, na região Oeste do Estado, incluindo as sedes da Prefeitura de Santa Terezinha de Itaipu e da Secretaria, e em empresas que participaram de processos licitatórios promovidos pela Secretaria.

A investigação teve início há aproximadamente um ano, com a informação de que o Secretário Municipal de Santa Terezinha de Itaipu estaria privilegiando empresa pertencente a familiares, em licitações promovidas pela pasta. Com o desenrolar da investigação, foram encontrados indícios de que outras empresas, utilizando-se do mesmo modus operandi, também estariam sendo beneficiadas, em prejuízo ao caráter competitivo dos certames.

Os procedimentos licitatórios foram realizados por Santa Terezinha de Itaipu entre os anos de 2017 e 2020. Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pelo Juízo da 3ᵃ Vara Criminal da Comarca de Foz do Iguaçu.

Fonte Assessoria

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Rádio SAN FM, não reflete a opinião deste Portal.