Homem morre em Corbélia por disparo de arma fogo

No local, a PM apreendeu uma garrucha calibre 44. A arma foi encaminhada à Polícia Civil, que deve apurar se ela possuía registro

Divulgação
Divulgação (Foto: Divulgação)

O tenente Welligton Bastos, da Polícia Militar, falou à imprensa sobre a situação que terminou com a morte de um homem de 65 anos na cidade de Corbélia, na noite de sexta-feira (20). Ele se trancou em uma residência na Avenida Minas Gerais e ameaçava tirar a própria vida. Equipes policiais tentaram negociar por mais de três horas, mas sem sucesso.

De acordo com o oficial, a situação teve início por volta de 17h. A esposa do homem acionou a PM, afirmando que ele se trancou no imóvel e estava com uma arma, ameaçado se suicidar. Militares de Corbélia e Cascavel, além de socorristas do Samu, foram mobilizados, e iniciaram as tratativas, para que o idoso se entregasse.

Bastos comentou que por diversas vezes o idoso apontou a arma contra os policiais, mas não foi necessário a intervenção, pois as equipes estavam a uma distância segura. Contudo, já por volta de 20h20, ele se aproximou e passou a ameaçar os militares. Em certo momento, o homem apontou a arma novamente contra a equipe policial, que efetuou disparos para neutralizá-lo.

Ainda segundo o tenente, o homem foi atingido por três disparos. Ele chegou a ser socorrido pelo Samu e encaminhado a uma ao PAM (Pronto Atendimento Municipal), mas não resistiu aos ferimentos. O corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico-Legal) de Cascavel.

No local, a PM apreendeu uma garrucha calibre 44. A arma foi encaminhada à Polícia Civil, que deve apurar se ela possuía registro.

Fonte Catve

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Rádio SAN FM, não reflete a opinião deste Portal.