Com praças de pedágio desativadas, fluxo de veículos segue normalmente neste sábado

Equipes da PRF de Cascavel estão fazendo o trabalho de orientação aos condutores e organização do fluxo de veículos nas praças de pedágio.

CGN
Divulgação (Foto: CGN)

Desde à 00h00 deste sábado (27) a cobrança de pedágio nas rodovias do Paraná está suspensa. As cancelas já foram lacradas, e uma passagem lateral foi aberta onde os motoristas já não precisam pagar a taxa de pedágio.


Equipes da Polícia Militar e da PRF estão fazendo o trabalho de orientação aos condutores e organização do fluxo de veículos nas praças de pedágio.


Na praça de Céu Azul entre Cascavel e Foz do Iguaçu, o dia começou com o fluxo baixo de veículos sem maiores transtornos pelo local.
As cancelas já estão abertas nos lotes 1, 2 e 3 (Econorte, Viapar e Ecocataratas), e a partir da meia-noite do dia 27 de novembro nos lotes 4, 5 e 6 (Caminhos do Paraná, Rodonorte e Ecovia). Porém, algumas obras contratadas não serão finalizadas dentro do prazo de vigência do contrato.


Todavia o contrato de 24 anos com as concessionárias finalmente foi encerrado e ainda não há um prazo definido para assinatura do novo contrato, que deverá valer pelos próximos 30 anos.


De acordo com informações repassadas pela assessoria, a maioria dos funcionários das concessionárias serão demitidos, gerando um batalhão de desempregados. Muitas dúvidas surgiram com o fim das cobranças, especialmente sobre como será realizado o atendimento em caso de urgência e emergência.


Segundo o Governo do Estado, o usuário deverá direcionar a chamada segundo sua ocorrência. Em caso de problemas na pista, motoristas que estiverem em rodovias federais (BR) podem ligar diretamente para o número 191, atendido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Já os usuários que circularem pelas rodovias estaduais (PR e PRC) poderão discar 198, que direciona para a Polícia Rodoviária Estadual.


Para casos de interrupção de pista e outras ocorrências, o recomendado é ligar para o 190, da Polícia Militar, que tem capilaridade para transferir as ocorrências para as instituições correspondentes.


Em situações de acidentes com vítimas, o usuário deve ligar para o número 193, do Corpo de Bombeiros, tanto em rodovia federal quanto em rodovia estadual. Os atendimentos serão realizados em parceria com a rede de Samu.

Vale lembrar que o usuário deve buscar um local seguro para fazer a ligação.
Quem fará atendimento médico? Quantas ambulâncias farão o atendimento?
O Corpo de Bombeiros e a Secretaria de Estado da Saúde sempre atuaram no atendimento pré-hospitalar das vítimas de acidentes rodoviários, com a mobilização das ambulâncias do Siate e do Samu, além de helicópteros.


O Samu está recebendo um reforço de 38 ambulâncias (32 unidades de suporte básico e seis unidades de suporte avançado), para atendimento prioritário das rodovias.

Haverá maior reforço nas regiões em que há mais registros de acidentes e maior fluxo de veículos.

Fonte CGN

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internetatravésdo Rádio SAN FM, não reflete aopiniãodeste Portal.