Paraná recebe hoje reconhecimento internacional como área livre de febre aftosa sem vacinação

O último foco de aftosa no Paraná foi em 2006 e, desde então, o Governo do Estado trabalha para aumentar o controle sanitário

Gilson Abreu/AEN
Divulgação (Foto: Gilson Abreu/AEN)

O Paraná recebe nesta quinta-feira (27) o reconhecimento internacional como área livre de febre aftosa sem vacinação.

O certificado, emitido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), é o desfecho de uma luta de mais de 50 anos do Estado contra a doença e representa uma conquista histórica para o setor agropecuário paranaense.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior atenderá a imprensa logo após um evento virtual com o setor produtivo, que participou intensamente do processo.

Haverá transmissão no YouTube do Governo do Estado.

O Paraná já é o maior produtor e exportador de produtos de origem animal do País e a partir desta quinta-feira poderá alcançar mercados inéditos, como Japão, México e Coreia do Sul.

O último foco de aftosa no Paraná foi em 2006 e, desde então, o Governo do Estado trabalha para aumentar o controle sanitário.

A vacinação nos rebanhos de bovinos e bubalinos contra a febre aftosa foi interrompida em 31 de outubro de 2019 e deu lugar a um amplo trabalho de cadastramento.

Fonte AEN

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internetatravésdo Rádio SAN FM, não reflete aopiniãodeste Portal.