Sicredi e a Assinatura eletrônica: alternativa que acelera o fluxo de processos e auxilia na preservação do meio ambiente

A Cooperativa deixou de emitir 1.629 envelopes e de imprimir mais de 75.000 folhas de papel A4

Assessoria de imprensa
Divulgação (Foto: Assessoria de imprensa )

A Cooperativa Sicredi Fronteiras PR/SC/SP preza pela evolução das comunidades onde atua, no plano econômico, social, cultural, educacional e também no ambiental. Pensando nisso implantou a possibilidade de o associado realizar assinaturas de forma eletrônica para custeios agropecuários desde outubro de 2020.

Como a Cooperativa possui associados tradicionais, que todos os anos formalizam seus créditos junto a Sicredi e todo esse processo demanda muitas assinaturas, percebemos então que poderíamos diminuir a burocracia para os mesmos e, ao mesmo tempo, acelerar o fluxo de contratação, comentou Rafael Muhamad, assessor de processos e qualidade.

Fernando de Conti, Gerente do Segmento Agro na Cooperativa destacou a importância desta evolução do crédito rural: “o agro está cada vez mais dinâmico e precisamos acompanhar esta evolução. O cenário de pandemia antecipou as mudanças e trouxe a oportunidade de inovarmos e oferecermos de forma inédita para nossos associados a assinatura eletrônica através de foto e geolocalização, reduzindo significativamente o tempo necessário para formalização das assinaturas e possibilitando que nossos gerentes do segmento agro possam dar mais atenção às necessidades dos associados”, afirmou Fernando.

Todo o processo de custeio é centralizado na Sede Administrativa da Cooperativa, em Capanema/PR, local em que as etapas já ocorrem de forma eletrônica. Porém, para a formalização do processo, ele era enviado eletronicamente para as agências, que imprimiam, apresentavam para o associado realizar a assinatura e posteriormente eram arquivados em pasta física.

Com estas alterações, a Sede Administrativa após realizar a contratação do crédito, envia eletronicamente os documentos para o Gerente de agronegócios e a formalização junto ao associado passa a ser de forma eletrônica, através de uma foto. Ao final, esse processo mantém-se arquivado de forma digital e pode ser acessado a qualquer momento e de qualquer lugar, comentou Rafael.

Segundo Nereu Antonio Ozelame, associado da Cooperativa, o sistema de assinatura digital reduziu a burocracia existente nas agências. “Agora eu posso chegar na agência e apenas tirar a foto. É muito mais rápido. Isso foi muito bom para quem vive a correria do dia a dia do campo”, comenta ele.

Além disso, a assistência técnica que anteriormente imprimia todos os projetos para formalização das assinaturas físicas também entra nesse fluxo, tendo suas formalizações de forma eletrônica.

Com tal implementação, conseguimos auxiliar na preservação do meio ambiente. Deixamos de emitir 1.629 envelopes e de imprimir mais de 75.000 folhas de papel A4. A diminuição de folhas impressas preservou 5.618kg de madeira, evitou o gasto de 138.000 litros de água e a emissão de 13.187kg de Carbono, resultando em 913kg a menos de lixo gerado.

Estamos realizando estudos sobre nossos produtos e serviços para iniciarmos a implantação desse recurso de assinaturas eletrônicas em diversas áreas da Sicredi Fronteiras PR/SC/SP.

 

Fonte Assessoria de imprensa

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internetatravésdo Rádio SAN FM, não reflete aopiniãodeste Portal.