Comissão Especial da Câmara de Vereadores de Capitão pede ao Ministério Publico suspensão da licencia de funcionamento da Usina Baixo Iguaçu

No documento constam ainda outras situações.

Baixo Iguaçu
Divulgação (Foto: Baixo Iguaçu )

A Comissão Especial da Câmara de Vereadores de  Capitão Leônidas Marques encaminhou cópia do relatório da Comissão, com documentação  ao Ministério Público do Estado do Paraná. A entrega aconteceu na sexta-feira (21) no Ministério Publico em Francisco Beltrão.

No documento consta que o Instituto ambiental do Paraná – IAP através de seu Presidente autorizou o enchimento do reservatório a revelia das recomendações do Ministério Público, Defensoria Pública e Comissão de Vereadores, inclusive do Relatório da própria CTPM (comissão multidisciplinar do IAP) que apontava que não estavam sendo cumpridas as condicionantes referentes aos atingidos. 

No documento consta que a Licença de Operação (LO) se deu impondo condicionantes para cumprimento em 12 (doze) meses para a NEO ENERGIA/CEBI, no entanto alegam que houve abuso por parte da empresa.

Ainda, foi encaminhado relatório que alguns casos em que o IAP determina que o enquadramento das famílias atingidas que foram ignoradas pela NEO ENERGIA/CEBI, e que passam de 45 (quarenta e cinco) famílias.

No documento constam ainda outras situações.

Valcir Lucietto vereador membro dessa comissão da Câmara de Vereadores comenta desse encontro com Procuradora em Francisco Beltrão.

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Rádio SAN FM, não reflete a opinião deste Portal.