Caixa Econômica autoriza licitação para construção de Hospital em Capitão

A obra no valor de R$ 8.491,020,77 tem do Governo do Federal aportes de R$5.000,000,00, mais R$ 1,5 milhão do Consorcio Baixo Iguaçu e mais R$ 1.991.020,77 de contrapartida do município

Rádio SAN FM
Divulgação (Foto: Rádio SAN FM)

A Caixa Econômica Federal de Cascavel encaminhou na semana passada ofício à Prefeitura de Capitão Leônidas Marques autorizando a licitação para contratação de empresa para construção do novo hospital, que continuará sendo administrado pela APMI, entidade mantenedora.

A obra no valor de R$ 8.491.020,77, somando aportes do Governo Federal no valor R$ 5.000.000,00, R$ 1,5 milhão do Consórcio Empreendedor Baixo Iguaçu e R$ 1.991.020,77 de contrapartida do município.

O projeto foi elaborado em julho de 2018, sendo aprovado pela Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no primeiro semestre de 2019. Após diversas analises e alterações no projeto, a Caixa Econômica Federal autorizou o município, através do Fundo Municipal de Saúde, a iniciar o Processo licitatório para contração da empresa que irá construir aproximadamente 2.500 metros quadrados de obra.

O novo hospital localizado na Rua Itararé contará com:
Dois centros cirúrgicos
Centro de Raios-X
Atendimento ambulatorial
Centro de internamento
Centro de material de esterilização
Centro de nutrição dietética
Lavanderia
35 leitos em enfermaria e quartos
Área prevista de ampliação para centro obstétrico
Heliporto para pouso e decolagem de helicóptero para encaminhamento de pacientes em casos de emergência para hospitais de referência.

O hospital será para atendimento de média complexidade, atendendo pelo SUS e podendo atender particular.

O Hospital contará com acesso através da cidade e também pela BR 163, facilitando o encaminhamento tanto de pessoas do centro urbano bem como acidentadas nas rodovias federais ou estaduais.

A Caixa Econômica informara através de oficio a Câmara de Vereadores e também a todos os partidos políticos existentes no município para que possam acompanhar todos os tramites do processo licitatório e construção da obra.

A previsão é que a seja iniciada no começo do ano que vem. Com a construção do novo hospital o atual será desativado.

O Secretário de Saúde, Ademar Mantovani, enfatiza das dificuldades até agora para que o município pudesse contar com uma nova estrutura adequada para funcionamento do hospital que hoje funciona em um prédio muito antigo.

O engenheiro Civil Jean Carlos Gibbert, comenta de todos os trâmites até o momento e de agora em diante.

WhatsApp_Image_2020-10-26_at_10.44.35_2

WhatsApp_Image_2020-10-26_at_10.44.35_1

WhatsApp_Image_2020-10-26_at_10.44.35

WhatsApp_Image_2020-10-26_at_10.44.34_3

WhatsApp_Image_2020-10-26_at_10.44.34_2

WhatsApp_Image_2020-10-26_at_10.44.34_1

WhatsApp_Image_2020-10-26_at_10.44.34

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Rádio SAN FM, não reflete a opinião deste Portal.